Estilo musical:
Axé
Dance
Forró
Funk
Hinos
MPB
Pagode
Pop
Rap
Religião
Rock - BR
Rock - Inter
Romântica
Sertanejo
outras

Artista/banda -> Racionais Mcs - Vida Loka Parte 1 <- Música Adicione nos seus favoritos!

Selecione e copie o NOVO código html INTEIRO:

Veja o vídeo de Racionais Mcs - Vida Loka Parte 1

© MusicasParaScrap.com
Artista / Banda : Racionais Mc's - Música: Vida Loka ( Parte 1 )
Letra
[ conversa ]

Fé em Deus que Ele é justo
Ei irmão nunca se esqueça
Na guarda, guerreiro, levanta a cabeça
Truta, onde estiver seja lá como for
Tenha fé porque até no lixão nasce flor

Ore por nós pastor, lembra da gente
No culto dessa noite firmão segue quente
Admiro os crente, da licença aqui
Mó funçao, mó tabela pow, desculpa ai
Eu me, sinto às vezes meio pá, inseguro
Que nem un vira-lata sem fé no futuro

Vem alguém lá, quem é quem, quem será meu bom
Dá meu brinquedo de furar moleton
Porque os bico que me vê com os truta na balada
Tenta ver, que saber de mim não vê nada

Porque a confiança é uma mulher ingrata
Que te beija e te abraça, te rouba e te mata
Desacreditar, nem pensar, só naquela
Se uma mosca ameaça me catar piso nela

O bico deu mó guela, Ró Bico e bandidão
Vão em casa na missão, me tromba na cohab
De camisa larga, vai saber Deus que sabe
Qual é a maldade comigo inimigo no migué
Tocou a campanhia plin, pra tramar meu fim

Dois maluco armado sim, um isqueiro e um estopim
Pronto pra chamar minha preta pra falar
Que eu comi a mina dele, rá, se ela tava lá
Vadia, mentirosa, nunca vi tão mó faia
Espírito do mal, cão tipo santo e saia

Talarico nunca fui, é o seguinte
Ando certo pelo certo, como 10 e 10 é 20
Já penso doido, e se eu tô com o meu filho no sofá de vacilo
Desarmadao era aquilo
Sem culpa, sem chance, nem pra abrir a boca
Ia nessa sem sabe
(Prô cê vê) vida loka

[ conversa ]

Mais na rua não e não, até Jack
Tem quem passa um pano impostor pé de black
Passa pro malandro
A inveja existe, e a cada 10, 5 é na maldade
A mãe do pecado capital é a vaidade

Mais se é para resolver, se envolver, vai meu nome
Eu vou faze o que, se a cadeia é pra homem
Malandrão eu, não, ninguém é bobo
Se quer guerra terá
Se quer paz, quero em dobro
Mais verme é verme, é o que é
Rastejando no chão, sempre embaixo do pé
E fala uma, duas vezes, se marcar até tres
Na quarta xeque-mate, que nem no xadrez

Eu sou guerreiro do rap
E sempre em alta voltagem pro mundo
Um por um, Deus por nós, tô aqui de passagem
Vida loka
Eu não tenho dom pra vítima
Justiça e liberdade, a causa é legitima
Meu rap faz o cântico do lokos e dos românticos
Vou por o sorriso de criança, onde for
Os parceiros tem a oferece a minha presença
Talvez até confusa, mais real e intensa

Meu melhor Marvin Gaye, sabadão na marginal
O que será, será, é nós vamo até o final
Liga eu, liga nós, onde preciso for
No Paraíso ou no dia do Juízo Pastor
E liga eu, e os irmão
É o ponto que eu peço, favela, fundão
Imortal nos meus versos
Vida loka.

[ conversa ]
Últimas enviadas - As mais escutadas - Ordenadas - Comunidade
Divulgue: